caramujo
caravela

O Carnaval de Sines, começa no ano de 1926. No início eram simples brincadeiras que se foram organizando ao longo dos anos. Durante muitos anos o corso carnavalesco foi efectuado na zona histórica da cidade, na altura ainda vila, hoje realiza-se na Av. General Humberto Delgado. Desde muito cedo que temos três dias de folia, efectuando-se num deles, a segunda feira, o corso noturno que durante muitos anos só se via aqui.

Futebol Trapalhão

Um grupo de foliões, lembrou-se de organizar durante a tarde de segunda-feira, para entreter os muitos forasteiros, e não só, que se deslocavam a Sines, um jogo de futebol a que se deu o nome de "Futebol Trapalhão". Este jogo consistia, como é normal de um jogo de futebol, de três equipas que se apresentavam mascaradas. O jogo em si era divertido porque o menos importante era o resultado, mas sim as brincadeitas que os jogadores faziam durante o jogo.

As equipas alinhadas para o jogo
  As Mal casadas Vs As Sopeiras

As equipas posam para os fotógrafos.

A Banda dos Esquecidos

Estes são os elementos da banda da Sociedade Musical União Recreio e Sport Sineense que foi dissolvida pela ditadura e que só se juntavam no carnaval com o nome "A Banda dos Esquecidos".

Marcha Carnavalesca organizada por Francisco da Costa Beja

Letra da Marcha


Sines linda terra

Teu nome imortal

Terra hospitaleira

Tu não tens rival


Terra que és bendita

Que nunca se esquece

Na nossa memória

Por mais que se ame

Só Vasco da Gama

Lembra a tua história


Tua alma Alentejana

Já tem fama

E já é bem sucedida

E destemida

Em qualquer coisa que pense

Não desiste e sempre vence

E por tudo dá a vida

Em fevereiro 1964 esteve em Sines uma equipa cinematográfica para realizarem umas filmagens para um filme.
Os artistas principais eram a atriz italiana Gorga Moll, a atriz inglesa Dawn Brooks e o ator francês Jacques Gardel. Como o carnaval foi neste mês estes artistas foram convidados para participar.
Para ver o filme clique na imagem abaixo.

carnaval

Nos anos 60, a construção dos carros de carnaval era feita com madeira, alguns tinham uma armação de arame que se cobria com serapilheira e moldava-se com gesso. Depois a decoração era feita com papel enrolado fazendo uma espécie de flôr.

A partir de determinada altura começou-se a utilizar a esferovite que se moldava com facilidade. Os trabalhos saem melhor e mais rápidos.
O carnaval também passou para a avenida General Humberto Delgado.